DONAR AGORA

Fundação CARF

30 de agosto, 23

padre

"Vi o meu pároco feliz e o Senhor conquistou o meu coração".

Dani Alexander Guerrero é um seminarista de 26 anos da diocese de Nuestra Señora de La Altagracia (República Dominicana): "Vi no meu pároco uma vida muito feliz, dedicada ao Senhor e aos outros. Isso conquistou o meu coração para me entregar totalmente à Igreja e ao sacerdócio".

YouTube Default (13:54)

Vem de um família de cinco irmãos, quatro rapazes e uma rapariga. Com uma mãe católica e um pai protestante, um casal que trabalha no sector alimentar, está muito orgulhoso dos seus pais, tanto pelos valores que lhes transmitiram como pelo esforço que fizeram para lhes dar a todos uma educação completa. "Têm sido um grande apoio para todos nós. Transmitiram-nos valores muito bons e eles transmitiram-nos a todos nós", diz ele. A sua mãe está muito satisfeita com os seus vocação ao sacerdócio e o seu pai respeita-o e apoia-o no seu desejo de se tornar padre. "Os meus irmãos mais velhos não são muito ligados à Igreja e a minha mãe encoraja-os a chegar à fé. Deus tem o seu tempo para toda a gente.

Servir a sociedade como padre

Dani sempre gostou de estudar e de se formar para servir a sociedade. Estudou ciências da educação e trabalhou como professor numa escola cristã protestante. Desde a universidade, o Senhor preparava-lhe o caminho.

Durante os seus anos de universidade, o seu vocação para ser padre. "Tudo começou quando o meu pároco me propôs entrar no seminário, algo em que não tinha pensado, mas que foi uma luz e uma porta que se abriu na minha vida. Depois deste convite, aconteceu o seguinte vários eventos na sua vida que lhe despertou a determinação de fazer a vontade de Deus.

Numa missa de cura

Um dia, quando se encontrava na basílica da sua diocese, numa massa de cura O prelado disse surpreendentemente: "Estou muito grato ao bispo pela sua presença no funeral do bispo para os doentes: "Há um jovem que está interessado em entrar no seminário para se tornar padre e que está agora em processo de discernimento". Foi então que Dani compreendeu que era Cristo que o estava a chamar. "Era eu que me estava a dizer isso", diz ele.

A partir desse momento, começou a refletir sobre a sua vocação e o que é um padre. Isso foi muito significativo na sua vida. O amor que tinha pela Igreja foi crescendo e o testemunho do seu pároco, muito dedicado ao povo, à Igreja e à Igreja, foi muito importante para ele. vida útil foi decisivo.

Vi o meu pároco feliz

"Vi no meu pároco uma vida muito feliz, dedicada ao Senhor e aos outros como sacerdote. Isso conquistou o meu coração para entregar-me completamente à Igreja e ao sacerdócio. Outro acontecimento da sua vida que o marcou fortemente: rezar diante do Santíssimo Sacramento Numa igreja, ouviu uma pessoa atrás de si a rezar. "Quando saímos para a rua, ele virou-se para mim pensando que eu era o pároco. As suas palavras tocaram-me fortemente, foi para mim como mais um sinal do Senhor de que eu era chamado ao sacerdócio. A vocação é um mistério, mas Deus chama-o nos acontecimentos do dia a dia.

dani alexander 3
Dani Alexander Guerrero com um grupo de jovens.
No seminário, aos 22 anos

Depois destes acontecimentos, entrou no seminário aos 22 anos na sua diocese de Nuestra Señora de la Altagracia. Aos 25 anos, o seu bispo enviou-o para estudar em Espanha para se preparar para o sacerdócio e viveu durante um ano na Seminário Internacional de Bidasoa e estuda Teologia nas Faculdades Eclesiásticas da Universidade de Navarra.

Quando disse aos amigos que ia deixar tudo para ser padre, eles tentaram dissuadi-lo: "Os meus amigos tentaram convencer-me a não entrar no seminário, deram-me mil razões, que já não teria mulher (tinha tido uma namorada aos 17 anos), nem família, nem filhos, que deixaria a minha profissão para a qual me tinha preparado. Mas a minha vocação era mais forte e nada disso me deteve. Agora eles compreenderam que estou feliz com a minha decisão e apoiam-me.  

Para Dani, uma das características de um Padre do século XXI é estar perto das pessoas e perto dos jovens. "Deve envolver-se nas acções e nos passatempos dos jovens e aproveitar esse espaço para evangelizar. E que ama muito a sua Igreja. Na sua pregação, deve falar a palavra de Deus e dar testemunho de que é cristão e de que é um sacerdote santo. Através do nosso testemunho, podemos encorajar as pessoas a encontrar Deus. Por isso, transmitir a fé através do testemunho e do cuidado com as pessoas, penso que é a coisa mais importante para um padre hoje.

Incentivar os jovens

Este jovem seminarista da República Dominicana considera que os jovens de hoje estão "muito distraídos com as coisas do mundo, com as redes, a tecnologia e a moda. Tudo isto trouxe muita confusão aos jovens da nossa sociedade que seguem ideologias erradas. O jovens católicos Temos de dar testemunho da nossa fé, mostrar que é possível ser jovem e cristão. Que vejam em nós uma luz. A verdadeira felicidade está em seguir Cristo", diz ele.

A religião maioritária na República Dominicana é a católica, embora haja também muitos protestantes. Por esta razão, está convencido de que, para evangelizar, o principal é a formação doutrinária do catequistas. "Quanto mais bem preparados estivermos, melhor seremos capazes de dar a conhecer Cristo aos outros. Muitos católicos vão para a igreja protestante por falta de formação. Um católico ignorante é um futuro protestante.

"Nós, católicos, temos de dar testemunho da nossa fé, mostrar que é possível ser jovem e cristão. Que vejam em nós uma luz. A verdadeira felicidade está em seguir Cristo".

Dani Alexander Guerrero

Por esta razão, está extremamente grato às pessoas que tornam possível que tantos seminaristas de tantas partes do mundo tenham a oportunidade de estudar para se tornarem padres em Bidasoa e nas Faculdades Eclesiásticas da Universidade de Navarra ou no Universidade da Santa Cruz em Roma. "Graças aos benfeitores da Fundação CARF, estamos a formar-nos com grande entusiasmo para voltarmos às nossas dioceses com entusiasmo para podermos evangelizar. Que Deus vos pague".


Marta SantínJornalista especializado em informação religiosa.

UMA VOCAÇÃO 
QUE DEIXARÁ A SUA MARCA

Ajude a semear
o mundo dos padres
DONAR AGORA

Artigos relacionados