Fundação CARF

21 março, 23

Testemunhos de vida

Agostinho, religioso de Miles Christi: de "cristão dominical" a sacerdote

Agustín Seguí é um jovem religioso argentino, 29 anos de idade, que pertence ao Instituto Miles Christi. Está a estudar o Bacharelato em Teologia na Universidade Pontifícia da Santa Cruz em Roma, graças a uma bolsa de estudo da CARF. O seu irmão Mariano é também um religioso da mesma Congregação e irá juntar-se à UPSC no próximo ano.

Agostinho, religioso de Miles Christi

Agustín, um jovem religioso do Instituto Miles Christi, nasceu em Ayacucho, na província de Buenos Aires, numa imensa planície argentina onde a agricultura e a pecuária são os pilares da economia da zona e os "gaúchos" são os protagonistas da vida social e cultural.

 Apesar da educação católica recebida pela sua família, Agostinho era, até receber o seu chamado vocacional, um "cristão dominical", como se costuma dizer na Itália. Tudo mudou quando ele começou a estudar medicina na universidade. Ele conta-nos o seu testemunho da sua vocação para Miles Christi: como deixou de ser um "cristão dominical" para se tornar um padre. 

 Ser cristão, mais do que apenas fazer 

Quando eu tinha 18 anos mudei-me para Buenos Aires para estudar medicina, e tive a graça de conhecer muitos amigos que viveram a sua fé com grande alegria. Isso permitiu-me ver que ser cristão era mais do que apenas cumprir e fazer uma série de coisas (muitas das quais eu nem sequer praticava). Sempre me tinha considerado um "católico praticante" porque ia à missa aos domingos, mas apercebi-me que durante o resto da semana (e aos domingos), eu não era nada coerente com aquilo em que supostamente acreditava. Foi como uma re-conversão. 

Pela graça de Deus, eu comecei a ter o desejo de ir mais fundo nas verdades da fé, para encontrar as respostas às perguntas que cada pessoa faz na vida: Comecei a rezar, a frequentar os sacramentos, a participar em grupos de formação Miles Christi, missões, retiros....

Os Exercícios Espirituais de Santo Inácio

 Aos 20 anos de idade, fiz o meu primeiro retiro segundo o método de Santo Inácio de Loyola, e podia dizer que foi a partir daí que comecei a discernir a minha vocação. Após muita meditação e oração, e graças também às orações de tantas pessoas que rezam por vocações, confiando-me a Deus e à sua Divina Providência, decidi dar o mergulho.

Aos 22 anos de idade, juntei-me ao Instituto Miles Christi na Argentina. Ali, na nossa Casa de Formação, fiz o meu noviciado, fiz os meus estudos e comecei a ajudar nos apostolados do Instituto: catequese para crianças, grupos de jovens e grupos universitários. Durante o tempo que passou, pude experimentar e viver o imenso dom que Deus me quis dar, convidando-me a segui-lo mais de perto, a alegria que se encontra em doar-se completamente, e todo o bem que Deus dá às almas através da Igreja.

Ángel Alberto Cepeda Pérez - Seminarista da Venezuela - Estudante de Teologia - Roma - Testemunhos CARF

Nesta foto vemos Agustín Seguí (à esquerda) com o seu irmão Mariano (à direita) e no centro, outro membro da sua Congregação, o Instituto Miles Christi. A sua missão é, antes de mais, lutar fervorosamente pela santidade, pela maior glória de Deus, dedicando-se com ardor à santificação dos leigos, principalmente jovens estudantes universitários. 

"Creio que os membros da Fundação CARF, sendo benfeitores e colaboradores de Deus na formação de bons sacerdotes, realizam um imenso trabalho, que chega a todas as partes do mundo e graças ao qual tantas pessoas serão beneficiadas, não só aqueles de nós que estudam, mas também todos aqueles a quem poderemos transmitir o que recebemos", afirma Agustin de Miles Christi.

Uma responsabilidade muito importante

Todos nós somos chamados para o missão urgente de reevangelizar a sociedade em que vivemos; Alguns na sua própria família, em escolas e universidades; outros pelo testemunho de uma vida cristã, oferecendo a Deus os esforços de trabalho e estudos, fazendo apostolado com colegas e amigos... Cada um de acordo com a sua vocação, mas todos juntos e com o mesmo propósito.

É por isso que eu acredito que os membros da Fundação CARF, sendo benfeitores e colaboradores de Deus na formação de bons sacerdotes, Eles fazem uma imensa quantidade de trabalho, que chega a todas as partes do mundo e graças ao qual tantas pessoas irão beneficiar, não só aqueles de nós que estão a estudar Miles Christi, mas também todos aqueles a quem poderemos transmitir o que recebemos.

"Somos todos chamados à missão urgente de reevangelizar a sociedade em que vivemos; alguns nas nossas próprias famílias, nas escolas e universidades; outros com o testemunho de uma vida cristã, oferecendo a Deus os esforços do trabalho e dos estudos, fazendo apostolado com os colegas e amigos. Cada um de acordo com a sua vocação, mas todos juntos e com o mesmo objectivo".

Corresponder à vocação de Miles Christi é continuar a dizer-lhe SIM a Deus todos os dias

Ao falar sobre o tema da vocação a Miles Christi, eu pessoalmente acho muito útil lembrar-me que a correspondência a essa chamada não é o fim da história. Parece óbvio, mas na realidade é apenas o começo. Poder-se-ia pensar que é o primeiro SIM esse mesmo dá a Deusmas na realidade, não é mais do que a primeira SIM com qual aceita receber de Deus uma enorme quantidade de gratidão.

Ele tinha planeado dar-nos tudo desde toda a eternidadeE ainda mais: não é apenas um benefício para nós, mas muitas, muitas pessoas participarão de alguma forma nisto, no caso da vocação sacerdotal é muito claro. Certamente que se dá a si mesmo, mas é através desta doação de si mesmo que se obtém tudo.

Deus é o único que lhe dá tudo

No início isto não é fácil de ver, porque eu só acreditava que o vocação um Miles Christi era algo que Deus me pedia, e por isso a resposta dependia de eu generosidade. Mas esta ideia não é a perspectiva certa. Deus é aquele que lhe dá tudo.

É um grande bem poder contar com alguém que nos ajude a ver as coisas como elas realmente são, especialmente quando se decide sobre uma vocação. Estarei sempre muito grato a Deus por este dom, mas também por me ter dado a possibilidade de uma líder espiritual para me acompanhar paternamente neste momento importante da minha vida.

Graças aos meus benfeitores CARF

Agradeço-vos do fundo do meu coração pela vossa ajuda, pelo vosso serviço a Deus e à Igreja. Poder estar em Roma, conhecer as experiências pastorais de colegas de todo o mundo, ter professores do mais alto nível académico, é um enorme enriquecimento, pelo qual me sinto muito afortunado e grato.

Muito obrigado!

Você está sempre presente nas minhas orações! Eu recomendo-me às suas!

Neste línk você pode ver um vídeo de Agustín

Gerardo Ferrara
Licenciado em História e Ciência Política, especializado no Médio Oriente.
Responsável pelo corpo discente
Universidade da Santa Cruz em Roma

Partilhe o sorriso de Deus na terra.

Atribuímos o seu donativo a um padre diocesano, seminarista ou religioso específico, para que possa conhecer a sua história e rezar por ele através do seu nome e apelido.
DONAR AGORA
DONAR AGORA