DONAR AGORA

Fundação CARF

14 de abril, 21

Oração familiar: Como aprender a rezar como uma família

Hoje reflectimos sobre a oração familiar. Isto pode ser feito em muitos momentos diferentes, não apenas antes de partilhar uma refeição à mesa. O melhor de tudo, estes tempos de intimidade aproximam-nos uns dos outros e de Deus. Pois como diz o Papa Francisco: "O espírito de oração está fundado no grande mandamento: amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração, com toda a tua alma, com todas as tuas forças. A oração é alimentada pelo afecto a Deus".

"Um coração cheio de amor por Deus sabe como transformar em oração um pensamento sem palavras, uma invocação perante uma imagem sagrada, ou um beijo para a Igreja. Apesar da complexidade do tempo em família, sempre ocupado, com mil coisas para fazer, a oração permite-nos encontrar a paz para as coisas necessárias, e descobrir a alegria dos dons inesperados do Senhor, a beleza da festa e a serenidade do trabalho".
Papa Francisco

A importância da oração no seio da unidade familiar

Ter a oportunidade de crescer num lar onde a oração faz parte da vida quotidiana é uma bela bênção. A sua importância reside no exemplo dos pais para os filhos. Aprender a rezar em todas as estações da vida em conjunto com a família fortalece a unidade e os laços familiares.

A oração familiar flui da escuta de Jesus, da leitura e da familiaridade com a Palavra de Deus. "A fé é mais frutuosa quando é vivida em interacção com outros, antes de mais com o nosso cônjuge e filhos, que de facto formam a nossa primeira comunidade de vida, a nossa Igreja doméstica. (Cic, 1655).

Viver a fé de uma forma concreta em casa implica que há momentos de oração familiar, momentos de viver os sacramentos juntos, especialmente na Missa dominical, que podem tornar-se um verdadeiro ritual a ser desfrutado em conjunto.

Não há necessidade de longas orações ou actos ostensivos. Para a oração familiar, as orações na igreja, ditas com devoção e constância, podem ser suficientes, acrescentando as intenções da família. Simples gestos de piedade, tais como abençoar a mesa, rezar antes de dormir ou quando viaja, reafirmar a presença do Senhor em casa.

proximidade papa francisco oração

O vínculo da oração familiar

Rezar como uma família é a própria fundação que mantém a família unida. porque a família que reza em conjunto permanece junta. Este princípio espiritual, que envolve a oração dentro da família, é um factor de mudança muito importante, que ajuda a ultrapassar tempos difíceis. Uma família que se concentra em dedicar tempo à oração tem uma fundação que pode ser abalada por vezes, mas que resistirá a tudo o que se lhe oponha. As famílias que têm os olhos constantemente e sinceramente fixos no Senhor, com devoção e humildade, experimentam a sua grande providência.

Jesus Cristo ensinou-nos que "quando dois ou três estão reunidos em meu nome, eu estou lá entre eles". (Mateus 17,19). Louvar a Deus, agradecer-Lhe e pedir-Lhe os Seus dons é uma parte essencial da vida de uma pessoa. Família cristã.

Deus quer uma unidade derivada d'Ele. É por isso que Paulo admoesta a igreja a ser uma só. (1 Coríntios 1:10) E é também por isso que Jesus ensina que marido e mulher são uma só carne. (Mateus 19:5) Estes mandamentos de Deus apelam à dedicação total. A família é uma comunidade de fé, esperança e caridade. É por isso que lhe podemos chamar a Igreja doméstica. A família cristã é uma comunhão de pessoas, reflectindo a comunhão que existe em Deus entre o Pai, o Filho e o Filho. Espírito Santo.

Famílias a rezar juntas estabelecem confiança entre si, aprendem a rezar em comunidade e chegam a um acordo através de Jesus. Este costume ajuda a trazer unidade à vida doméstica.

A família é uma pequena igreja e o nosso ministério começa em casa. Cuidar dele é cuidar de cada membro da família, mostrar-lhes o caminho de Deus, guiá-los a crescer no Senhor e prepará-los para a vida adulta. A oração é um elemento importante neste processo. Uma família que reza unida de todo o coração uns pelos outros irá rezar de todo o coração pelo mundo.

Quando Deus habita numa família, a felicidade abunda em todos os seus membros.

Um momento de recolhimento familiar que ajuda cada um dos membros da família.

O educação na fé e a catequese das crianças colocam a família dentro da Igreja como um verdadeiro sujeito de evangelização e apostolado. Este ano o Papa Francisco quer fortalecer a família, e é por isso que ele nomeou 2021 como o Ano da Família. E no CARF temos reflectido sobre os desafios da família no século XXI nas Reuniões de Reflexão Virtual.

As famílias, e mais especificamente os pais, são livres de escolher para os seus filhos um modelo particular de educação religiosa e moral, de acordo com as suas próprias convicções. Mas mesmo quando confiam estas tarefas a instituições eclesiásticas ou a escolas geridas por pessoal religioso, é necessário que a sua presença educacional permaneça constante e activa.

YouTube Default (13:54)
 

Para a sua audiência geral de 26/08/2015, o Papa Francisco escolheu falar sobre a oração familiar. Ele explicou que é na família que aprendemos a orar e a pedir o dom do Espírito Santo. Ele disse que o Evangelho meditado na família é como um bom pão que alimenta o coração e pediu aos pais que ensinassem os seus filhos a fazer o sinal da cruz.

Como rezar como uma família

Uma parte importante de como a oração em família começa com a leitura partilhada e a meditação da palavra de DeusA Palavra de Deus é uma oportunidade muito boa para criar uma comunhão familiar em torno de Cristo. Viver a Palavra de Deus significa pô-la em prática para o bem dos cônjuges e filhos, através da prática pessoal das virtudes, da tolerância e do perdão. A fé, a fonte do amor, dá-nos todas as razões para amarmos a nossa família, respeitando-a e sendo generosos para com ela.

A Bíblia fala-nos destas famílias de os primeiros cristãos, a Igreja doméstica, diz S. Paulo (1 Cor 16, 19)ao qual a luz do Evangelho deu novo ímpeto e nova vida. O Papa Francisco chama-lhe "casa da missão".uma casa que realiza a comissão do Senhor (Mt 28:19) difundindo o Evangelho da família à sua volta.

Exemplo na frase

No que diz respeito às crianças, a melhor maneira de os pais transmitirem a fé aos seus filhos é vivê-la eles próprios. Não há melhor catequese para uma criança do que a imagem dos seus pais unidos em oração; tal imagem é mais edificante, mais profunda e mais duradoura do que as palavras. As crianças precisam de ver os seus pais a rezar em casa. É vital que a oração familiar seja devota, que não se limite a palavras, mas que se transforme em actos e testemunhos de fé, para que as crianças aprendam a fazer gestos, a repetir algumas fórmulas simples, alguns cânticos, a estar em silêncio falando com Deus.

A criança aprende a colocar o Senhor na linha dos primeiros e mais fundamentais afectos, diz ele São JosemaríaEle aprende a tratar Deus como seu Pai e Nossa Senhora como sua Mãe; ele aprende a rezar, seguindo o exemplo dos seus pais. Quando você compreende isso, você vê que uma grande tarefa apostólica os pais podem realizar, e como eles são obrigados a ser sinceramente piedosos, ser capaz de transmitir, em vez de ensinar, esta piedade aos seus filhos, que começa com a oração familiar

São Josemaria também enfatiza a singularidade de cada família e encoraja o uso dos seus próprios métodos criativos para rezar como uma família e dar graças a Deus. Desta forma, os membros da família habituam-se a rezar a todo o momento, e terão ferramentas para a sua saúde espiritual e emocional.

Na família, a fé não deve permanecer uma palavra ou uma postura vazia, mas deve tornar-se uma fonte de transformação que leva ao desejo e à prática do bem aos outros.

Como aprender a rezar como uma família com crianças de 2-7 anos

Para a criança pequena, a oração familiar é muitas vezes a ocasião para uma terna intimidade com os seus pais. Vê-los sair das suas vidas ocupadas para se prepararem para encontrar Deus, mostra-lhe a importância deste relacionamento. Para iniciar um momento de oração com o seu filho, convide-o a sentar-se calmamente e olhar para si, sem falar, enquanto você acende uma vela em frente a uma imagem. Este gesto associado ao silêncio dará uma certa solenidade ao momento. Naturalmente conduzirá a criança à interioridade. Depois, podem começar a rever o seu dia, confidenciar um problema ou agradecer as alegrias que receberam.

Como aprender a rezar como uma família com 8-13 anos de idade

A catequese completa a experiência espiritual na família, mas este grupo etário tem uma ternura particular neste momento tão familiar. A criança é receptiva e disposta, estamos também a falar de uma idade de graça do ponto de vista espiritual. O rito é de grande importância, rezar um Pai Nosso com ele é uma forma de lhe ensinar que para além do grupo familiar há muitas outras pessoas que rezam. Mas encorajá-lo também no seu relacionamento completamente pessoal com Deus. A leitura do Evangelho ensinar-lhe-á que pode confiar em Deus com as suas alegrias, as suas tristezas e até mesmo a sua raiva.

Como aprender a rezar como uma família com 14-16 anos de idade

Com os adolescentes, rezar como uma família torna-se mais difícil. A sua fé é mais íntima e eles não gostam de a mostrar.A influência dos seus amigos sobrepõe-se muitas vezes à da família. É altura de nos preocuparmos com as suas escolhas em vez de impormos as nossas.

Tenhamos a humildade de aceitar que os nossos filhos não participem, ou que o façam de uma forma diferente da nossa maneira de rezar. Poderá rezar ou cantar na capela com o seu grupo etário, participar num encontro de jovens cristãos, etc. Quer tenha tendência para o misticismo ou rejeite tudo, terá conhecido o prazer da oração e poderá voltar a ela em qualquer altura da sua vida. P. "Somos responsáveis pelo que semeamos, não pelo que cresce! Jean-Noël Bezançon.

Um canto na casa para a oração familiar

Encontrar um lugar na sua casa para a recolha ajuda a transformar a sua casa numa "igreja doméstica". Especialmente para enfrentar estes tempos difíceis que estamos a viver no mundo de hoje. É uma boa ideia encontrar um lugar na sua casa para estabelecer um ambiente de oração familiar. Este canto facilita o recolhimento e chama à oração. É um instrumento poderoso para a oração familiar, embora não seja exclusivamente reservado à oração colectiva, porque cada indivíduo pode encontrar aí a calma e o silêncio necessários para se aproximar de Deus durante o dia.

A permanência de um tal lugar em casa recorda a todos, ao longo do dia, o papel da oração na nossa vida, a sua importância vital. O canto de oração da família pode ter uma luz permanentemente acesa diante do crucifixo ou da imagem de Nossa Senhora para recordar a presença reconfortante de Deus.

Podemos também decorá-lo com flores frescas e acrescentar-lhe petições familiares escritas. Especialmente quando temos crianças pequenas, estas actividades podem fazê-las sentir-se parte deste canto e do tempo de oração em família.

Apesar dos momentos complicados na família (...) A oração permite-nos encontrar a paz para as coisas necessárias. Papa Francisco, 2015.

Exemplos de orações familiares

O Papa Francisco compôs esta oração por ocasião da Festa da Sagrada Família. Este ano 2021, o Papa também nos convida a rezar uma novena na família.

Jesus, Maria e José
em si, nós contemplamos
o esplendor do verdadeiro amor,
a si, com confiança, voltamo-nos para si.
Sagrada Família de Nazaré,
também fazem as nossas famílias
um lugar de comunhão e um cenáculo de oração,
escolas autênticas do Evangelho
e pequenas igrejas domésticas.
Sagrada Família de Nazaré,
que nunca mais haverá episódios nas famílias
de violência, espírito fechado e divisão;

que quem quer que tenha sido ferido ou escandalizado
ser logo confortado e curado.
Sagrada Família de Nazaré,
que o próximo Sínodo dos Bispos irá
sensibilizar a todos
da sacralidade e da inviolabilidade da família,
da sua beleza no plano de Deus.
Jesus, Maria e José,
Ouça, ouça o nosso apelo.

Rezar o Terço como uma família

Os pais podem ajudar os seus filhos a descobrir a beleza desta simples oração, talvez ensinando-os a rezar primeiro um mistério, depois dois, e explicando o significado desta bela oração dirigida à Mãe de Deus e Mãe da Igreja.

"Se ao menos o belo costume de rezar o Terço como uma família fosse reavivado!"

A Igreja tem estado disposta a conceder inumeráveis graças e indulgências quando reza o Santo Rosário na família. Tomemos os meios necessários para encorajar esta oração tão agradável ao Senhor e à sua Mãe Santíssima, e que é considerada "uma grande oração pública e universal pelas necessidades ordinárias e extraordinárias da Igreja santa, das nações e do mundo inteiro". É um bom apoio para a unidade familiar e a melhor ajuda para lidar com as suas necessidades.


Bibliografia:

Catecismo da Igreja Católica
OpusDei.org
Conferenciaepiscopal.es
Rosarioenfamilia.org

UMA VOCAÇÃO 
QUE DEIXARÁ A SUA MARCA

Ajude a semear
o mundo dos padres
DONAR AGORA